Monthly Archives: augustus 2016

COURO CABELUDO – COMO MANTER SAUDÁVEL

Os cuidados com o cabelo não se resumem apenas ao comprimento e as pontas. O couro cabeludo também precisa de uma atenção especial, já que ele necessita estar com a saúde em dia para promover um crescimento impecável dos fios. Mas como fazer para cuidar corretamente da região? Confira.

Como manter o couro cabeludo saudável

A remoção da oleosidade excessiva do couro cabeludo é primordial para manter a região saudável e longe de fungos. Confira dicas para evitar problemas!

Lave frequentemente a região para retirar a oleosidade, já que o acúmulo de óleo favorece o desenvolvimento de escamações e fungos.

Não deixe resíduos de shampoos e máscaras no cabelo após o banho.

Lave sempre o cabelo com água morna ou fria, pois a água quente pode sensibilizar o couro cabeludo e causar descamações.

Sempre mantenha o secador, no mínimo, a 15 cm afastado do couro cabeludo.

Passe a piastra com a distância de pelo menos 1 cm da raiz.

Nunca lave o cabelo passando as unhas no couro cabeludo, apenas as pontas dos dedos.

Para a proteção contra o sol, o ideal é usar um chapéu ou boné.

Para os homens carecas, o correto é passar protetor solar próprio para o rosto na cabeça, que é menos oleoso.

Quais produtos usar?

Raízes oleosas e caspas são os problemas mais comuns do couro cabeludo, no entanto, eles podem ser cuidados em casa com a escolha dos produtos corretos.

Cabelos oleosos com pontas secas: O ideal é o shampoo, que promova o controle da oleosidade do couro cabeludo, além de nutrir as pontas.

Cabelos com caspa: O ideal é o shampoo, que recupera o bem-estar do couro cabeludo e promove a sensação de pele nova, sem descamações.

Outras doenças

O couro cabeludo pode ter problemas mais sérios como a alopecia, areata, foliculite, dermatite seborréica, entre outros, que merecem atenção especial. Neste caso, é necessário procurar um especialista na área de tricologia ou dermatologia para o tratamento adequado. Beijos da Ale 

 

4f9205dc79ae4f3cff767a40302077f1

PH CAPILAR – O QUE É E COMO MANTER O CABELO SELADO -VÍDEO

Para cuidar dos cabelos com precisão é preciso ficar atento a um tema importante, que muitas vezes não é aprofundado pelos profissionais. O pH – ou potencial de hidrogênio -, é a unidade de medida que indica se uma solução ou elemento é ácido, neutro ou alcalino. Ele está presente no nosso dia a dia não só na composição dos produtos, mas também no próprio cabelo. O resultado dessa escala define se os fios estão saudáveis, porosos, macios, entre outras características. Confira o vídeo! Beijos da Ale 

PicMonkey Collage

CABELO FINO, GROSSO OU MÉDIO? – QUAIS OS PRODUTOS IDEAIS

Você sabe se o seu cabelo é fino, médio ou grosso? Não é só por meio do toque que se pode identificar essas características e, em cada caso, esses fios vão precisar de cuidados específicos que atendam às suas necessidades. Vou falar sobre as características de cada madeixa de acordo com a sua espessura e os melhores produtos para cada tipo.

Cabelos finos são os mais frágeis

A estrutura desse tipo de fio é mais frágil, o que faz com que possam se romper quando forem esticados. Para madeixas finas indico o uso produtos que dê volume , principalmente shampoo, e o leave-in para criar textura. Ambos vão garantir um cabelo mais encorpado, com volume e leveza.

Madeixas grossas possuem estrutura forte e firme

Graças à sua estrutura mais firme, esse tipo de fio tende a perder o movimento com o passar do tempo. Por isso, minha indicação para cabelos grossos é o uso de produtos para controle de volume, que conta com shampoo, condicionador, máscara de hidratação e leave-in, que irão controlar essas madeixas, acabando com o frizz e hidratando sem pesar, garantindo um balanço natural.

Saiba quais são os fios considerados médios e como cuidar

Cabelos de espessura média são aqueles que se encaixam entre os dois grupos anteriores. Essas madeixas também têm uma forte estrutura, porém não tão firme quanto a dos grossos. Nesse caso, a manutenção deve ser feita com os produtos para cabelos volumosos, ou menos volume, dependendo de sua densidade de volume ideal para esse tipo de fio, garantindo o brilho e controle necessários.

Entenda por que é mais difícil definir o tipo de cabelo da brasileira

Traços genéticos e étnicos são fundamentais para definir a espessura capilar de cada pessoa, tendo alguns povos cabelos mais finos e ralos, enquanto outros já possuem madeixas grossas e volumosas. No Brasil, essas características não aparecem de forma tão clara, graças à miscigenação racial, que gerou nosso povo. Por isso, é preciso realizar uma análise individual, que identifique as peculiaridades de cada madeixa. Assim, pode-se usar os produtos certos. Beijos da Ale 

15cd84c0549138ce5cafb1103342586d (2)

 

CABELO ELÁSTICO E RESSECADO – DIFERENÇAS E COMO TRATAR – VÍDEO #PapodeSalãocomAle

Ao longo da vida, os cabelos sofrem muitos danos, que podem fazer com que os fios percam sua beleza natural. Os processos químicos entram na lista desses causadores e, quando feitos de maneira indiscriminada e errônea, podem agredir a fibra capilar, deixando-a elástica ou muito ressecada. Saiba como se livrar do problema com as dicas no nosso #PapodeSalãocomAle! Confira o vídeo! Beijos da Ale ♥

PicMonkey Collage - kopie (208)

PONTAS QUEBRADIÇAS – CAUSAS E COMO CONTORNAR

Um dos problemas mais habituais que as mulheres enfrentam é o de pontas quebradiças e partidas, que comprometem a boa aparência das madeixas. Isso acontece por conta de diferentes fatores, como processos químicos, danos mecânicos e ambientais que deixam os cabelos desidratados e secos, levando-os, assim, a danos profundos. Para saber um pouco mais sobre o assunto, vou explicar como reconquistar fios restaurados. Confira!

Saiba por que as pontas dos fios quebram e quais são os sinais

Quando os cabelos começam a ficar ásperos e porosos eles estão dando sinais de que estão começando a ficar quebradiços. Além do visual opaco dos fios, os processos químicos, como alisamentos e coloração em excesso, podem fazer com que as madeixas comessem a se partir, e, assim, formam-se as pontas duplas.

O uso de ferramentas de calor aumenta a sensibilidade das pontas dos fios

Uma das causas das pontas quebradiças são as ferramentas de calor que podem deixar os fios superprocessados. Se você faz escova, chapinha ou babyliss em excesso poderá gerar um dano mecânico e, por isso, é indicado que se utilize um protetor térmico antes de iniciar qualquer produção em seus cabelos.

Além das químicas, as pontas do cabelo podem ser danificadas pelas agressões ambientais 

As químicas e ferramentas de calor também fazem com que as pontas fiquem ressecadas. O sol, vento e a água do mar podem danificar o fio mesmo das madeixas virgens, por que essas ações ambientais dilatam e danificam as cutículas capilares. Por isso, invista em uma boa cauterização para selar os fios.

Corte ou nutrição? Veja como eliminar as pontas quebradiças

Para eliminar o aspecto quebradiço das pontas, o corte só será necessário caso o cabelo não consiga ser nutrido. Se o fio estiver muito danificado a ponto de estar partindo, podemos até hidratar, mas não irá recuperar 100%, por isso, é indicado cortar as madeixas nesse momento. Já os casos com possibilidade de recuperar a estrutura capilar, indico reconstrução seguida de cauterização e, por fim, a nutrição para um crescimento eficaz. Beijos da Ale 

cd00f895a6ea9aa51f3b222120525cad (2)